Frida Kahlo – a mulher na arte

fridacapavogue

Olá Divin@s!

Ainda é quarta-feira e para te dar um pouquinho de ânimo vim falar da nossa nova categoria CULTÍSSIMA no Status Diva! <3 São um assuntinhos diferentes do mundo da beleza, super cult inclusive! Kkk! e que toda Div@ têm que saber! Não adianta ser bonit@ sem conteúdo né? De peça decorativa já basta as da sala! Me desculpe, meu bem! 😛

Então, para inaugurar vamos falar de arte? No domingo eu fui na exposição Frida Kahlo:  conexões entre mulheres surrealistas no México. Essa é a segunda vez que eu vou, porque quando estava em São Paulo a exposição estava lá e é claro que eu fui!

Aqui em Brasília está rolando lá na Caixa Cultura, entrada gratuita com visitação de terça-feira a domingo, das 9h às 21h. Só tem que ficar atento porque devido ao grande número de visitantes eles estão disponibilizando os ingressos online com horário definido. Eu fui no domingo de 13h às 15h e foi bem tranquilo é mais para organizar o movimento mesmo.

Enfim, toda vez que eu me deparo com a Frida ficou cheia de caraminholas na cabeça. Por que essa mulher de fisionomia atípica vamos combinar que monocelha não está na moda conquistou de forma tão arrebatadora o público? Eu não sei dizer ao certo, mas a “áurea” Frida tem um misto de vigor, poder e misticismo. É difícil explicar o envolvimento que ela causa nas pessoas.

Porque apesar de expor aquilo que ninguém quer ver, a dor, o lamento, a decepção, a impotência, enfim a carne em necrópsia é impossível não ficar horas contemplando os quadros e pensando em tudo o que ela, quem sabe, queria dizer com ele. Nos quadros e retratos dela existe um debate sobre muitas coisas! São questões de gênero, o papel da mulher, a valorização da cultura mexicana, a busca da identidade pessoal, o amor que caminha em sofrimento, a impossibilidade física, o desejo não concretizado.  Ela mexe com as suas estruturas, te põe para pensar na própria vida escancarando a dela. Simplesmente adoro! Como você pode perceber! <3

Particularmente, eu tenho uma quedinha pela obra e vida dela e eu amo a fase surrealista tanto das pinturas, como da escrita. Sabe como é né? Eu sou mais do modernismo, sem amarras ou condicionamentos de f[ô]rma eu gosto é do fluxo de pensamento! A loca aqui! Enfim, passando o ataque de loucura aqui, gosto muito dela! Mas May eu não sei lhufas de Frida e só fico fazendo pose de entendida na frente do quadro, o que e faço?

nãoentendinada

Tá tranquilo, todo mundo já passou por isso. Mas mude esse status leia! E eu tenho uma indicação FORMIDÁVEL para você.

frida

É a biografia da Frida escrita por Hayden Herrera. É um livro enorme já vou avisando, cheio de fotos das obras, dela, da família dos lugares! Um livro muito bem construído que conta tanto a vida pessoal, quanto a artística e têm algumas coisas que você só vai achar lá, tipo fragmentos de cartas, do diário dela é um prato cheio. Se você quiser saber mais, pode dar uma olhada no texto que eu fiz lá na outra categoria <Resenhas e Opiniões>falando dele.

A exposição não é só da Frida, mas de várias mulheres que, assim como ela, assumiram um papel de liderança e desbravamento das artes. Lá você vai ver obras de María Izquierdo, Remedios Varo, Leonora Carrington, Rosa Rolanda, Lola Álvarez Bravo, etc. São obras cativantes e profundas! Eu sai de lá apaixonada pelos olhos pintados por Rosa, pelos detalhes trançados pela Izquierdo e de tantos outros pedaços de mulheres e méxico que eu conheci. Vá! E depois me conta sua experiência. <3

Gostaram da nova categoria?  Aqui vai rolar muito indicação de livros, músicas, séries e nerdices-divas que adoramos <3 Quer dar pitaco? Então deixa aí nos comentários o que você quer ver aqui!

Beijo nerdiva em você!

beijo diva

Deixe uma resposta