Eu uso DIU – Perguntas que me fazem sobre ele

euusodiuperguntasquemefazem

Olááááá Divin@s!

Pense numa correria, armaria! Um fim de semana corridão e uma segunda-feira que eu quero esquecer, kkk. Por isso não cumpri com o post segundal, ok? Mas, como eu amo você, não vou te deixar sem post nessa semana, um atrasozinho de 24h, quase não  imperceptível! Vamos ao que interessa, não é mesmo?

Eu estava querendo escrever esse post há séculos, o tema estava marcado no meu caderninho de planejamentos, mas nunca saia de lá, Eu não tomo anticoncepcional a mais de dois anos, porque optei por usar o DIU, e toda vez que eu falo isso vem uma chuva de perguntas das minas sobre o assunto. Então resolvi fazer um post contando um pouco da minha experiência e como funciona esse paranauê louco.

1) Por que você escolheu usar o DIU?

Bom, eu tomava meu anticocepcional feliz e contente até que comecei a pensar sobre o processo. Li vários artigos falando sobre os efeitos colaterais, conversei com minha médica, amigas e lá, lá, lá. Por fim, achei melhor parar de tomar essa porra o remédio considerando as probabilidades de risco de saúde que são aumentadas em decorrência do uso contínuo, tais como trombose, glaucoma, doenças cardiovasculares, entre outros. Hoje eu dou graças por ter decido parar, porque eu descobri a pouco que tenho uma mutação no sangue. E o que isso quer dizer? Meu sangue coagula mais e isso faz com que eu tenho risco aumentado em um milhão de por cento para trombose, aneurisma, embolia pulmonar, todas doenças que já são aumentadas pelo uso de anticoncepcional. Ou seja, alguém lá em cima gosta de mim porque eu poderia morrer e ninguém saber o porquê! Kkkk! E sim eu sou um mutante. Meu super poder: risco de morte aumentado :/ Eu preferia ler mentes ou controlar o tempo, mas é o que temos.

2) E como é que isso funciona?

Então ele funciona da seguinte forma: “Basicamente, a ação do dispositivo intrauterino (DIU) consiste em criar um ambiente intrauterino hostil aos espermatozoides, evitando a sua chegada até as trompas ou tendo efeito espermaticida. O útero reage ao dispositivo intrauterino (DIU) como a um corpo estranho, com uma reação inflamatória que interfere na migração dos espermatozoides, na fertilização e no transporte do óvulo, impedindo a nidação (fixação no útero) do óvulo fecundado, tanto por forma direta quanto por estimular uma reação inflamatória no útero.” Basicamente, isso 😀

3) Mas o DIU não tem hormônio?

Então, alguns modelos têm hormônios igual a um anticocepcional como é o caso do Mirena, que é o mais conhecido. Eu optei por não usar mais hormônios, por isso uso o DIU de cobre.

4) Tá e como é para colocar esse troço? Dói? É rápido? Quanto tempo fica?

Calma, calma. Primeiro somente um médico pode colocar o DIU, você vai lá no consultório do seu ginecologista e pleus. Segundo para mim doeu bastante, foram aquelas 40 segundos de AI QUE MERDA, PUTAQUEPARIU, PORQUE EU INVENTEI DE COLOCAR ESSA PORRA dor. Saindo do consultório eu fiquei sentindo uma cólica, tipo de começo de menstruação, incomodou, mas nada fora do normal. Terceiro o tempo varia de acordo com  o DIU o de cobre são 10 anos e o hormonal 5 anos.

5) Ai! Mas esse negócio funciona mesmo? Tem que fazer mais alguma coisa depois que coloca?

A eficácia do DIU é de 99,4% e eu considero um bom índice. Ainda mais se você alia isso ao uso de camisinha, por exemplo, até porque não é só gravidez que pode acontecer, não é mesmo? Mas a máxima suprema é que para evitar 100% do risco é só se tornar celibatári@, kkkk! Depois de colocado é preciso fazer um acompanhamento, fazendo exame de imagem para ver se ele está no lugar certinho aí sim a eficácia está garantida. Eu tive que fazer os exames aquela transvaginal chata depois de 1 mês, 3 meses, 6 meses e depois é anual.

6) E o seu ciclo menstrual ficou maluco? Você tem sangramentos homéricos e mega cólicas como se fosse morrer ?

Kkkk, eu já ouvi isso tá, não é piada! Então, meu ciclo é extremamente regular. Tudo certinho e cronometrado. Isso pode variar de pessoa para pessoa, mas é só o seu corpo voltando ao normal depois de usar hormônio, simplesmente volta a funcionar como antes. Então, a questão do fluxo e das cólicas segue o mesmo princípio, não é que o meu fluxo/cólica tenha aumentado, mas ele voltou ao que era antes de tomar anticoncepcional. Quando eu tomava pílula tinha uma menstruação de uns 4 dias, bem de boa, com fluxo pequeno e sem cólicas. Agora voltei a ter 7 dias vermelho, fluxo intenso nos 3 primeiros dias, 2 mais tranquilos e depois só o corpo zoando a minha cara e cólicas nos 2 primeiros dias.

Bom, meus amores, isso é só um pouquinho da minha experiência com esses anos de DIU <3 Mas é claro que você deve sempre procurar um médico e conversar, afinal cada caso é um caso. Para mim, foi uma escolho Ó-TE-MA. Ainda existem uma infinidade de dúvidas para sanar e estou pronta para responder, é só deixar nos comentários :*

Beijo diva em você!

beijo diva

*Inspirações

Deixe uma resposta